TOCANTINS

Força e delicadeza da essência feminina é foco de exposição

25/10/21 12:41:06 | Atualizado em: 25/10/21 12:41:06

O projeto Sagrado Feminino trouxe diversas atividades ao Tocantins que focam a essência feminina. Desde o início do ano, foram realizadas rodas de conversas, oficinas, palestras, meditação, visitas e, para o encerramento, haverá uma exposição de artes visuais. A exposição Sagrado Feminino será aberta nesta terça-feira, 26, e segue disponível para visitação até o dia 2 de novembro, no Memorial Coluna Prestes, em Palmas. A abertura da exposição será nesta terça-feira, 26, com vernissage de 19 às 22 horas. A visitação pode ser feita de terça a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados e domingo, de 9 às 16 horas.

A Mostra é uma produção coletiva de algumas mulheres que atuam no campo da arte visual em Palmas por meio da fotografia, pintura em tela, tinta acrílica, colagens bi e tridimensional, instalações e luminárias.

De acordo com a curadora da mostra, Luara Aquino, entre experimentações, pinturas e colagens, tridimensionais, a exposição traduz delicadeza com veia forte de traços e cores que desnudam o verso, diverso e multiverso do universo feminino trazendo ao expectador uma percepção em forma de arte do próprio olhar feminino. “São concepções que unem seis mulheres e o que elas dizem sobre a transformação do corpo, dos sentimentos, das vivências e experiências humanas e os impactos que se desenham na vida cotidiana. Retrata ainda os processos culturais sociais, ao longo do tempo, que se enraízam nos extratos da sociedade”, afirma a curadora.


Exposição

As obras são produzidas somente por mulheres, integrantes do Coletivo Sagrado Feminino, sendo elas a arquiteta e artista plástica Karol Rosa; a ilustradora, poeta e cordelista Joilene; a arquiteta e artista plástica Marianna Cardoso; a arquiteta, artista plástica e designer gráfica Camila Caco; Flaviana OX fotógrafa que realiza registros e design gráfico em artes cênicas.

De acordo com a produtora do projeto, Karol Rosa, a mostra traz uma crítica, por meio da arte, ressaltando a coragem, a sensibilidade e a fé das mulheres em seus modos de ser e viver. “O resultado destes encontros irá condensar as nuances e expressões artísticas de cada uma destas mulheres, tão diferentes e iguais ao mesmo tempo”, conclui Karol Rosa.

Coletivo

O Coletivo Sagrado Feminino é composto por artistas plásticas de Palmas e surgiu no ano de 2020 com um grupo de artistas e arquitetas de Palmas, que se juntaram para fortalecer o campo das artes feitas pelas mulheres na Capital.



Projeto

O projeto foi contemplado pelo Prêmio Aldir Blanc, da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) e Governo Federal - Ministério do Turismo - Secretaria Especial de Cultura e Fundo Nacional de Cultura.