Publicidade
Publicidade

TURISMO

Santarém recebe o Encontro Nacional de Jornalistas de Comunicadores de Turismo

14/10/21 13:20:47 | Atualizado em: 14/10/21 13:20:47

Com o tema “Roteiros sustentáveis, empreendedorismo e comunicação especializada: novos formatos ressignificando o turismo e promovendo experiências”, o Encomtur – Encontro Nacional de Jornalistas de Comunicadores de Turismo será levado a dois dos destinos turísticos mais procurados no Estado do Pará. A realização está confirmada para o período de 14 a 20 de outubro, em Santarém, com extensão à Ilha de Marajó, entre os dias 21 e 23, envolvendo uma programação técnica, de vivência e alternativas que se apresentam para o setor.

As inscrições já estão abertas, pelo link encomturpara.yetilab.net, nas modalidades presencial e híbrida, para jornalistas e demais comunicadores especializados em Turismo, bem como para profissionais da área dos setores público, privado e entidades. O primeiro lote segue aberto até 30 de setembro e o segundo de 1 a 14 de outubro.

O encontro prevê a participação de cerca de 120 profissionais. A abertura oficial será dividida em três momentos, na Casa do Saulo, com as presenças de representantes do Governo do Pará, Prefeitura e Santarém, Ministério do Turismo, Confederação Nacional do Comércio/Diretoria de Turismo, Federação do Comércio do Estado do Pará (Fecomércio/PA), Sebrae Pará, Conselho Empresarial de Turismo, Hospitalidade, Bens e Serviços (Cetur/PA). A programação incluirá apresentação de carimbo e degustação de quitutes e drinques regionais e desfile de biojóias

Para os dias seguintes, estão programadas palestras, pré-lançamento do Observatório do Turismo do Pará, apresentação do case da 8ª Rota Rural/PA, mesas redondas sobre Turismo Gastronômico, Turismo Religioso em Belém, Turismo de Natureza em Santarém, experiências turísticas de Salinópolis, Marajó, Augusto Correia e Parauapebas.

A inscrição garante ainda a participação no Encontro Multicultural do Tapajós, a sete press trips – incluindo a famosa região de Alter do Chão -, city tour, lançamento de roteiros turísticos pela malha fluvial, circuito de comercialização de produtos regionais, exposição fotográfica transatlântica, entre outros.
O evento conta com apoio do Governo do Pará, Prefeitura de Santarém, Fecomércio/PA, Cetur/PA, Secretaria Regional de Desenvolvimento do Marajó, Associação Comercial de Santarém, Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas (Comtup), Fórum de Turismo do Estado do Pará (Fomentur), Conselho de Turismo do Município de Belém (Comtur), Coordenação de Turismo de Belém (Belémtur), Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav/PA); Associação Brasileira de Organização de Eventos, Congressos e Feiras (Abeoc); Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam); Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/PA); Sindicato dos Diretores Lojistas do Pará (Sindilojas); Associação Búfalos do Pará (ABF), entre outros parceiros.




Municípios envolvidos garantirão qualidade do Encomtur

Santarém é famosa pelo cenário exuberante, marcado pelo encontro dos rios Tapajós e Amazonas. As denominações de “Pérola do Tapajós” e “caribe brasileiro” remetem a Alter do Chão. Mas Santarém também se destaca pelas referências religiosas e sua arquitetura que nos remete ao século XVIII. Uma viagem ao passado com farta história, que os congressistas poderão vivenciar.

Em Santarém, cultura e história se entrelaçam em uma das cidades mais antigas da Amazônia, fundada em 22 de junho de 1661, que hoje possui mais de 300 mil habitantes. Em 1758 foi elevada à categoria de Vila e quase um século depois, à categoria de cidade, em 28 de outubro de 1848. Santarém está incluída no plano das cidades históricas do Brasil, por ser uma das mais antigas e culturalmente significativas para o Estado do Pará.

Uma terra de gente hospitaleira por tradição, de farta cultura e culinária da melhor qualidade. Profissionais de destacam na música, terra de Sebastião Tapajós; terra do carimbó, do Sairé e de danças típicas com qs saias rodadas e multicoloridas.

A programação inclui a presenta de outros municípios paraenses com iniciativas turísticas exitosas. Um dos destaques é Augusto Corrêa, que apresentará o ‘case’ da Fazenda Bacuri, inserida na rota Amazônia Atlântica, que reúne roteiros múltiplos e iniciativas ligando o turismo a diversas cadeias produtivas, como a de beneficiamento de frutas da Amazônia.

Na linha da projeção e importância do Turismo Rural, os municípios de Parauapebas e de Tracuateua também estarão integrados à programação do Congresso, assim como representantes do turismo nos municípios de Salinópolis, Ilha de Marajó e Belém.