Publicidade
Publicidade

Artes plásticas

Da superfície ao processo de amadurecimento de um artista

Exposição do artista plástico Antônio Netto merece ser vista e aplaudida.

13/10/21 17:24:27 | Atualizado em: 13/10/21 17:24:27

Crédito da foto : Emerson Silva
Uma criança de não mais que 10 anos queria conhecer o artista, encantada com seu trabalho, enquanto um "velho amigo" admite que não era grande apreciador de suas obras sentiu-se motivado a adquirir um quadro. O que duas pessoas tão distintas têm em comum é a percepção do amadurecimento da obra de Antônio Netto. Aberta no último dia 8, a mostra "Da Superfície... Ao Mergulho... Em Si..." não é apenas um resumo de anos de carreira, é a revelação do amadurecimento técnico e uma declaração de amor à arte.

Conheço Antônio Netto há muitos anos. Boa parte dos quadros em exposição na Galeria Municipal de Artes do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho até 30 de outubro vi espalhados pelas paredes e chão da sua casa. Resultados de um trabalho meticuloso e detalhista, muitos deles foram alterados ao longo dos anos. O que se vê, hoje, são explosões de cores e formas em matérias primas diversas. Antônio Netto mostra que não é mais um artista abstrato, pois sua produção revela várias camadas de subjetividade que extrapolam seu apurado trabalho técnico.

Posso arriscar dizer que esta exposição é uma despedida: o pai, enfim, está entregando seus filhos ao mundo. Por isso, não perca a oportunidade de conhecer o conjunto da obra em um único lugar. A partir de novembro, a maioria das peças estará nas casas e escritórios dos seus pais adotivos. E Netto, como bem conheço, estará envolvido em novos estudos.