Publicidade
Publicidade

MEIO AMBIENTE

Orienta Naturatins participa do programa Avança Turismo em Aurora

17/09/21 17:01:05 | Atualizado em: 17/09/21 17:01:05

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) realiza o Orienta Naturatins no município de Aurora do Tocantins, nos dias 21 e 22 de setembro, por meio da programa Avança Turismo realizado pelo Governo do Tocantins, via Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) e entidades ligadas ao trade turístico. O objetivo do programa é promover o desenvolvimento e a geração de renda da região por meio do turismo.

Na ação, o Naturatins irá realizar atendimentos sobre a Instrução Normativa n° 113/2021 para licenciamento de atrativos naturais especiais. Além disso, o Instituto também tirará dúvidas sobre os demais serviços prestados como licenciamento ambiental, recursos florestais, outorgas d’água e Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O diretor de Gestão e Regularização Ambiental do Naturatins, Felipe Pimpão, destaca a importância do Orienta Naturatins estar presente no evento. “Essa região está em amplo crescimento turístico, então nada mais importante do que a presença do órgão ambiental no local para poder orientar novos empreendedores, novos chacareiros e novos atrativos a serem licenciados e a iniciarem suas atividades já dentro das exigências da legislação”.

Sobre a normativa de licenciamento de Atrativos Naturais Especiais

A Portaria/Naturatins n° 113/2021 disciplina os procedimentos para o licenciamento ambiental de atrativos naturais no Tocantins, conforme as características das atividades ou dos empreendimentos em função do porte e do potencial poluidor/degradador.

Atrativos Naturais Especiais estão relacionados às atividades de ecoturismo, turismo rural e turismo de aventura, localizados em ambientes sensíveis e de relevância ecológica, tais como lagoas, cachoeiras, mirantes, dunas, cânions e surgências hídricas (fervedouros). Dentre as possibilidades de atividades promovidas nesses locais, estão trilhas ecológicas, prática de rapel, ancoragem, boia cross, rafting e visitação em cavernas e ambientes naturais que não possuam estruturas permanentes.