Publicidade
Publicidade
Publicidade

ESTADO

Policiais penais ‘girianos’ se formam em curso do BOPE

11/06/21 13:16:09 | Atualizado em: 11/06/21 13:16:09

Em parceria com a Polícia Militar do Estado do Tocantins, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) teve dois de seus Policiais Penais formados no I Curso de Ações Táticas Especiais (CATE/2021), promovido pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope). Ambos membros do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) ou mais conhecidos como ‘girianos’, os agentes participaram da cerimônia que teve início da tarde desta quinta-feira, 10, no Quartel do Comando Geral (QCG), em Palmas, com o objetivo da promoção de uma melhoria contínua e capacitação junto às práticas cotidianas do profissional atuante à frente da segurança pública. A formatura obedeceu aos protocolos de segurança contra a Covid-19.

O secretário da Pasta, Heber Fidelis, ressaltou a importância desta parceria em prol da capacitação dos servidores do Sistema Penal. “É de suma relevância que tenhamos profissionais preparados a fim de garantir sua segurança, da pessoa privada de liberdade e do cidadão. Somos gratos aos gestores e irmãos de luta da Polícia Militar por mais essa parceria de sucesso”, afirmou.

O superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, Orleanes Alves, sintetizou o objetivo inicial da gestão do Estado frente às forças de segurança pública. “Desde o início de nossa gestão, por determinação do Governador Mauro Carlesse e do nosso secretário Heber Fidelis, o objetivo é a integração entre as forças de segurança, com foco na melhor prestação dos serviços de segurança à sociedade. A Polícia Militar, assim como as demais forças de segurança, é nossa parceira e ter mais dois guerreiros formados em um curso do BOPE da PM/TO é um orgulho e com certeza já faz parte da história da Polícia Penal do Tocantins.

O coordenador do GIR, Cleiton Arantes, falou da qualidade do curso que foi oferecido e da importância da capacitação. “Nós estamos muito orgulhosos destes irmãos. Eles fizeram história e são os primeiros a se formar neste curso de elite e, com certeza, são inspiração para os demais. O curso no qual eles participaram é um exemplo da busca pela excelência dos profissionais do GIR e eleva significativamente o padrão operacional da Tropa de Elite da Polícia Penal do Tocantins”, pontuou.

O Curso

Com início em abril e carga horária de 610 horas/aula, o curso ocorreu na Academia Policial Militar Tiradentes (APMT) e Sede do Batalhão de Operações Especiais (BOPE da PMTO), bem como em outras localidades, utilizados para diversas instituições, dentre elas áreas urbanas e rurais, além de unidades policiais em Alagoas, Brasília, Paraíba e Pernambuco.

Ao todo, foram 35 dias de instruções no Tocantins e 25 dias em Unidades fora do Estado, permitindo aos novos ‘Cateanos’ – como são chamados os participantes do curso - atuar em ocorrências de alta complexidade no Tocantins, habilitados em gerenciamento de crises, resgate de reféns, atuações em operações aéreas, de altura e aquáticas, ocorrências com explosivos e ações antibombas, entre outras situações que exigem atuação específica.

Evento

A cerimônia contou com a presença do vice-governador do Tocantins, Vanderlei Barbosa; do secretário de Estado da Cidadania e Justiça; do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Júlio Manoel da Silva Neto; Chefe do Estado Maior, coronel Wesley Borges Costa, diversas autoridades políticas, militares, e também dos familiares dos formandos.

Foram formados, ao todo, 16 policiais, dentre eles 11 policiais militares do Tocantins, um delegado da Polícia Civil, dois agentes da Polícia Penal, um Policial Rodoviário Federal e um Policial Militar do Estado do Maranhão.

Currículos

Clésio Soares da Silva, Policial Penal do Tocantins; com formação em Administração pública, cursando Pós-Graduação em Gestão Penitenciária e Prisional. Trabalhou na Unidade Penal de Barra da Grota. ‘Giriano’ Formado pela Diretoria Penitenciária de Operações Especiais DF-2018. Forma hoje no curso de ações táticas especiais - Bope PM/TO.

Marcos Cícero é Policial Penal do Tocantins; com formação em Gestão em segurança pública, cursando Pós-Graduação em Gestão Penitenciária e Prisional Uniasselvi Depen-Nacional/Esgepen-TO. Trabalhou no Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã, em Cariri. Formado pela Diretoria Penitenciária de Operações Especiais DF-2018 e pelo Comando de Operações Penitenciárias (COPE)/ Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP). Fez parte da Força Tarefa de Intervenção Nacional FTIP, atuando nos estados de Roraima e do Pará. Hoje forma no curso de ações táticas especiais Bope PM/TO.

O novo Cateano, que trouxe grande orgulho ao Grupo de Intervenção Rápida da Seciju, Marcos Cícero Rodrigues, falou em nome dos dois formandos e explicou sua satisfação na conclusão do curso. “Como alunos, este foi um grande divisor de águas, um desafio pessoal na busca da nossa melhoria profissional. Tivemos treinamentos com os melhores profissionais e escolas do Brasil e queremos entregar tudo o que foi aprendido na prestação de um serviço de qualidade para a sociedade”, concluiu.