Publicidade
Publicidade
Publicidade

CASO PATRÍCIA

Juiz nega pedido para anular processo contra acusado namorada em 2018

13/05/21 11:33:22 | Atualizado em: 13/05/21 11:37:55

A 1ª Vara Criminal de Palmas negou o pedido dos advogados de Iury Italu Mendanha para anular o processo contra ele pelo assassinato de Patrícia Aline dos Santos.

A decisão foi proferida na tarde da última quarta-feira, 12, pelo juiz Cledson José Nunes Dias. A defesa de Mendanha alega que foi prejudicada pela suposta falta de acesso ao inquérito policial.

O crime aconteceu em 2018 e desde então Iury está preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas. O magistrado disse na decisão que os advogados não conseguiram provar qualquer prejuízo, já que a decisão de levar Iury Italu ao júri popular não se baseou nos documentos citados pela defesa. O novo advogado dele tinha pedido a soltura argumentando excesso de prazo da prisão preventiva, mas o juiz também negou a solicitação.

O assassinato de Patrícia Aline foi em 2018 e acabou ganhando notoriedade após. Iury Italu confessou o crime. Por causa da Covid-19, não tem data para acontecer o julgamento.