Publicidade
Publicidade
Publicidade

OABTO

OAB requer ao CNJ o retorno do atendimento presencial à advocacia

07/05/21 13:40:52 | Atualizado em: 07/05/21 15:31:11

O Colégio de Presidentes de Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil aprovou que a Ordem envie ao Conselho Nacional de Justiça requerimento solicitando o retorno do atendimento presencial à advocacia em fóruns e tribunais de todo o país. A OABTO já vinha reclamando e cobrando por diversas vezes a qualidade e o atendimento do Poder Judiciário à advocacia e ao jurisdicionado.


A advocacia em todo país tem apresentado reclamações quanto aos prejuízos do formato telepresencial na defesa dos direitos do jurisdicionado, assim como, no acesso aos magistrados. Este último uma prerrogativa indispensável ao exercício da advocacia.


Para o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga, a decisão foi fundamental e necessária. A advocacia foi uma das profissões mais afetadas durante a pandemia, especialmente pela morosidade e dificuldade de acesso a justiça no formato telepresencial.


"A promoção da Justiça é essencial para a advocacia, para a sociedade e para o Estado Democrático de Direito. A Justiça não pode parar!", ressaltou