Publicidade
Publicidade

ARAGUAÍNA

Deputado Olyntho critica a falta de transporte coletivo em Araguaína

Para Olyntho, empresa não tem condições de prestar o serviço

24/05/16 16:40 | Atualizado em: 24/05/16 16:40

Clayton Cristus

O deputado Olyntho Neto (PSDB) subiu à tribuna na manha desta terça-feira, 24, para lamentar a paralisação do transporte coletivo na cidade de Araguaína. Segundo Olyntho, a empresa Cooperlota foi contratada em 2015 de forma indevida e, desde sábado, 21, está com os serviços paralisados. O motivo seria o recolhimento dos ônibus feito pelo banco patrocinador da prestadora do serviço público.

“Minha indignação é sobre o processo de licitação da Prefeitura para contratar a Cooperlota, uma empresa recém-criada à época que não tinha as mínimas condições de atender a demanda de uma cidade de quase 200 mil habitantes”, lamentou Olyntho.

O deputado Jorge Frederico (PSC) que, como Olyntho, também é de Araguaína, criticou o prefeito Ronaldo Dimas pela postura em relação à contratação do transporte. Segundo Frederico, ao não dar continuidade ao contrato com a empresa Lontra, que atendia a população desde 1977, o prefeito de Araguaína levou o transporte de Araguaína a perder a qualidade.

Frederico disse que o prefeito ainda pode usar da situação para contratar outra empresa sem os cuidados devidos com a alegação de emergência do atendimento e, por isso, sugeriu que o Ministério Público Estadual (MPE) acompanhe as negociações de uma nova eventual contratação.

Em outra linha, o deputado Elenil da Penha (PMDB) afirmou que preferia deixar o debate aos vereadores da cidade. Mesmo assim, Elenil fez a ressalva de que a troca da empresa era uma solicitação da população. Elenil criticou, sem citar nomes, que alguns que sonham em administrar a cidade preferem “o quanto pior, melhor. Não vou levar notícias ruins para fora [da cidade]. No momento em que um problema aparece alguns preferem não contribuir com solução, mas sim aproveitá-lo para levar vantagem política”, afirmou.

A ex-prefeita de Araguaína, deputada Valderez Castelo Branco (PP), disse que como representante da cidade tem a obrigação de cobrar a melhoria do transporte, pois “é isso o que a população espera”. Segundo o presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Araguaina (AMTT), Gustavo Fidalgo, a Prefeitura está trabalhando para atender emergencialmente a demanda do transporte coletivo para que a população tenha o serviço à sua disposição e diminua os transtornos. Conforme Gustavo, uma nova licitação para o transporte público está com a abertura prevista para o próximo dia 27 de maio.