Publicidade
Publicidade

MÚSICA

Trio de jazz belga se apresenta gratuitamente nesta terça-feira

Além de Palmas, o trio está percorrendo outras capitais brasileiras

23/05/16 13:14 | Atualizado em: 23/05/16 13:14

O renomado trio de jazz belga composto por Nathan Daems (Saxofone Tenor), Bart Vervaeck (Guitarra) e Lieven Van Pee (Baixo) sobe ao palco nesta terça-feira, 24, a partir das 20 horas, no auditório do Tribunal de Justiça, em Palmas. O concerto, com entrada gratuita, é apresentado pela Embaixada da Bélgica, a convite do Governo do Tocantins - por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden).
 
O show foi oferecido gratuitamente pela Embaixada ao Tocantins, reforçando as importantes relações internacionais que o Estado constrói. “O governador Marcelo Miranda tem aprofundado as relações comerciais com a Bélgica, principalmente para nossos produtos oriundos do agronegócio. Estreitar também as relações culturais aprofunda as relações de amizade e cooperação entre Brasil e Bélgica, tendo o Tocantins um papel de destaque”, avaliou o superintendente de Desenvolvimento da Cultura, Melck Aquino.
 
Além de Palmas, o trio está percorrendo outras capitais brasileiras, como Belo Horizonte, Goiânia, além de Brasília, onde se apresenta nesta segunda, 23. 
 
O jazz da Bélgica é diferenciado, pois é conhecido como Jazz Manouche ou Gypsy Jazz. Django Reinhardt, o famoso padrinho mundial deste gênero, nasceu na Bélgica em 1910 e foi o primeiro a misturar o fogo da música cigana com o jazz tradicional (swing jazz). Na Bélgica, a cena do jazz tem grande repercussão, com músicos que continuaram a tradição de Django de uma forma contemporânea. Assim, o trio, Daems, Vervaeck e Van Pee, trabalha com muitos elementos para além do jazz tradicional, tocando de uma forma cativante e surpreendendo o público com o improviso. 
 
Workshop de Jazz Na tarde de terça-feira, às 16 horas, o trio vai ministrar um Workshop para músicos do Tocantins, também no auditório do Tribunal de Justiça. As inscrições foram prorrogadas e podem ser feitas até o meio-dia desta terça-feira, 24, por meio do endereço eletrônico http://mapa.cultura.to.gov.br/projeto/18/. 
 
Para que a inscrição seja efetivada, é necessário que os interessados façam seu cadastro na plataforma Mapa Cultural (http://login.cultura.to.gov.br/login) e, em seguida, acessem a página de inscrições.