Publicidade
Publicidade

ESTADO

Vacinação contra gripe termina nesta sexta-feira

Os idosos são o grupo que mais se aproxima da meta da campanha

19/05/16 09:53 | Atualizado em: 19/05/16 09:53

A campanha de vacinação contra a gripe se encerra na próxima sexta-feira, 20, em todo o Estado. Até o momento, 209.423 doses foram aplicadas, o que corresponde a 71,6% dos 292.131 indivíduos que fazem parte do grupo priorizado para a campanha, segundo dados parciais da Secretaria de Estado da Saúde.

Este ano, a vacina está disponível para crianças na faixa etária de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto); indígenas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa; população privada de liberdade e os funcionários do Sistema Prisional, idosos com idade a partir de 60 anos ou mais de idade e trabalhadores de saúde. A meta é atingir até o fim da campanha pelo menos 80% de todos os grupos.

Os idosos são o grupo que mais se aproxima da meta da campanha, tendo vacinado, até o momento, 76% (91.183) adultos com idade a partir dos 60 anos. Ao todo, estima-se que façam parte deste grupo, no Tocantins, 119.856 pessoas. Com relação às crianças menores de dois anos, foram vacinadas, até o momento, 77.488 (68,8%). A estimativa total de crianças a serem vacinadas é de 112.625.

A técnica da Gerência Estadual de Imunização, Greicy Rivelo, explica que, até o momento, não há orientação para prorrogação da campanha e, por isso, é preciso procurar os postos de saúde para garantir a dose da vacina. Gripe A Influenza, mais conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Seus primeiros sintomas são, em geral, febre, tremores, dor de cabeça, dor muscular e perda de apetite, assim como sintomas respiratórios com tosse seca e dor de garganta.

Os vírus influenza são transmitidos pela tosse ou pelo espirro. Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. O vírus C é conhecido por causar infecções respiratórias brandas e não está relacionado a epidemias. Já os vírus A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o subtipo A relacionado a grandes epidemias.

Confira as recomendações para evitar a transmissão do vírus

- Lavar frequentemente as mãos;
- Usar lenços descartáveis para limpeza do nariz e da boca;
- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca com as mãos sujas;
- Não compartilhar objetos de uso pessoal;
- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais e sintomas de influenza;
- Manter os ambientes ventilados;
- Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão abundante de líquidos.