Publicidade

ESTADO

Comitê gestor e servidores discutem data-base hoje; governo não teria como pagar

Reunião contará com 32 entidades

18/05/16 09:23 | Atualizado em: 18/05/16 09:23

O Comitê gestor do Governo deve se encontrar hoje com os representantes de sindicatos e entidades representativas dos servidores públicos. Em pauta está a data-base de 2016 e o pagamento do retroativo da data-base de 2015. A expectativa é que 32 entidades participem da reunião que também contará com as presenças dos secretários da administração, do planejamento e da fazenda.

A data-base deve ser paga, segundo a Lei, a partir do dia 1º de maio. Este ano, os servidores querem uma reposição de 9,8307%, o que geraria um impacto de R$ 270 milhões por ano às contas públicas.

Mesmo com a solicitação das categorias, o Governo do Tocantins  deve seguir o exemplo de outros 16 estados que não pagaram a reposição salarial anual por falta de condições financeiras.

O presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro, explicou que espera que o governo apresente uma proposta de negociação e um cronograma para pagamento das progressões e do retroativo da data-base de 2015.   “A gente espera um resultado positivo, mas a categoria é preparada para qualquer movimento e quando não somos ouvidos ou o governo não apresenta uma proposta viável, temos os mecanismos legais para agir. Uma coisa é clara, se não tem acordo e entendimento o caminho do lado do governo é de endurecer o discurso e da categoria de se mobilizar”, destacou Pinheiro.