Publicidade

ESTADO

Dia das Mães revela queda nas vendas na Capital

Pesquisa foi feita pela Fecomércio

17/05/16 11:25 | Atualizado em: 17/05/16 11:25

Como temido pelo setor do comércio, as vendas no período do Dia das Mães em Palmas caíram este ano. Conforme pesquisa de sondagem de vendas realizada na Capital, para 62,4% dos empresários as vendas foram menores com relação ao ano passado. O valor médio de gasto ficou entre R$ 50 e R$ 100 reais segundo 28,6% dos entrevistados. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Fecomércio Tocantins em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT).
 
Dos que afirmaram ter tido aumento nas vendas com relação a 2015, apenas 5,9% disseram que as vendas foram maiores, enquanto 31,7% revelaram que foram iguais. “O cenário de uma economia recessiva fica evidente quando chegamos numa data tão especial para o comércio e a resposta é abaixo do esperado, como nesse caso”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni.
 
Quanto ao aumento nas vendas, 50% afirmaram que este foi de até 5% e 50%
disseram que este aumento foi entre 6% e 10%. Já entre os que acusaram a diminuição nas vendas, essa queda foi superior a 20% para 41,3%.
 
A forma de pagamento mais utilizada foi o uso do cartão de crédito de forma parcelada, confirmada por 34,6%. Entre os que compraram com parcelamento, 50% optaram em até 3 vezes. Com relação às empresas que realizaram algum tipo de promoção para o período, o total de 69,3% disseram que o fizeram e que a forma adotada foi o desconto nos preços, respondendo por 70%.
 
No quesito estoque, 52,5% afirmaram ter sido igual ao do ano passado. Na contratação de funcionários temporários 93,1% das empresas disseram não ter contratado no período. Entre as que o fizeram, 57,1% contrataram entre um e dois funcionários. Por fim, 85,7% das empresas efetivaram esses funcionários temporários.
 
A pesquisa
 
Uma realização do Instituto Fecomércio Tocantins, em parceria com a UFT, a pesquisa de sondagem de vendas do Dia das Mães ouviu 101 empresários comerciais entre os dias 09 e 12 de maio em Palmas. Foram pesquisadas empresas que comercializavam vestuários, perfumes, calçados, bolsas, eletrodomésticos, flores, entre outros.