Publicidade
Publicidade
Publicidade

BOA NOTÍCIA PARA O TOCANTINS

Polícia Militar reitera empenho para que concurso seja realizado ainda em 2020

09/07/20 18:44:01 | Atualizado em: 09/07/20 20:58:03

O concurso para ingresso na Polícia Militar do Tocantins (PMTO) é um dos certames mais aguardados do Estado, com grande possibilidade de ser realizado ainda este ano de 2020, de acordo com o chefe do estado-maior da PMTO, e também presidente da comissão do concurso, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça.

O oficial destacou que o comando da Polícia Militar não vem medindo esforços para que o concurso e consequentemente ingresso de mais policiais na instituição se torne realidade, no tempo mais hábil possível, atendendo assim os anseios da comunidade tocantinense. Visando esclarecer possíveis questionamentos sobre o tema, a instituição torna pública informações sobre o andamento do concurso que foram prestadas em ofício encaminhado ao vereador Erivelton Santos (PV), de Palmas.

O certame deve ofertar 1.000 vagas para o cargo de soldado. No documento coronel Barbosa reforça que a realização do concurso é uma prioridade da instituição para o ano de 2020.

No documento são listadas as ações já realizadas até o momento, tais como: a elaboração do termo de referência para contratação da banca examinadora; solicitação de parecer da Secretaria da Fazenda e Planejamento quanto à disponibilidade de recursos orçamentários; resposta da Sefaz e Seplan com manifestação favorável à realização do concurso e recebimento das propostas das bancas examinadoras interessadas, que agora estão na fase de análise.

Após o recebimento das propostas das bancas examinadoras interessadas, a comissão do concurso encaminhou os documentos para o comandante-geral da PMTO, que as remeteu para seções internas da corporação para criteriosa análise dos dados e demais providências. A previsão é que o concurso tenha 1.000 vagas para o cargo de soldado, com salário de R$ 2.365,69 – durante o Curso de Formação (CFSD), e R$ 4.758,56 – após o Curso de Formação (CFSD).

A idade máxima para ingresso foi ampliada de 30 para 32 anos, conforme a lei Lei nº 3.613, de 18/12/2019.
“O Comando da PM está realizando todos os trâmites necessários para que esse aguardado concurso seja realizado de forma célere e com segurança", destacou coronel Barbosa.

Concurso anterior

O último concurso, realizado em 2018, organizado pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos LTDA (AOCP), foi anulado por fraudes e irregularidades na execução da primeira etapa (prova objetiva). Mais de 85 mil candidatos se inscreveram para o certame. As taxas de inscrições ainda não foram devolvidas. A PMTO aguarda os dados dos candidatos, que precisam ser repassados pela AOCP, conforme decisão judicial.