Publicidade

DETRAN

Permissão Internacional para dirigir é emitida no TO

09/12/19 16:41:15 | Atualizado em: 09/12/19 20:20:32

Com o final do ano chegando, muitos condutores tocantinenses planejam viagens, e os destinos podem ser fora do país. Para poder dirigir em território internacional é necessário solicitar uma autorização especial, que é a Permissão Internacional para Dirigir (PID), expedida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-TO) por solicitação do condutor.

A PID é emitida baseada nas informações constantes da última emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), considerando se inclusive a sua validade. Para adquirir a permissão basta o condutor solicitar ao Detran-TO, portando a CNH válida e expedida pelo órgão e comprovante de endereço, além de cópias desses documentos. Além disso, é necessário que todos os débitos constantes na ficha do (a) motorista, como multas e taxas de licenciamento, estejam devidamente quitados.

Esse ano já foram emitidas mais de 400 PIDs em todo o estado. A taxa pela emissão desse documento é de R$ 106,97. O Código de Trânsito Brasileiro impede que a PID emitida no Brasil seja utilizada em substituição à CNH em território nacional. Em casos do motorista tiver sua CNH recolhida em função do cumprimento de alguma penalidade, como suspensão do direito de agir e cassação da CNH, se a PID tiver sido expedida no Brasil, ela também será recolhida.

A PID é aceita nos seguintes países: África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro - Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

O Detran-TO busca promover o atendimento das demandas da sociedade relacionadas ao sistema de trânsito de forma transparente e inovadora com o objetivo de fornecer um serviço de qualidade.