Publicidade

ESTADO

Suspeito por furto de energia é preso pela Polícia Civil em Pedro Afonso

17/10/19 18:20:36 | Atualizado em: 17/10/19 18:20:36

Policiais Civis da Delegacia de Pedro Afonso, coordenados pelo delegado Bernardo José da Rocha Pinto, efetuaram, no final da tarde desta quarta-feira, 16, naquele município, a prisão de um indivíduo de iniciais D.L.S, de 37 anos, pelo crime de furto de energia, crime previsto no Art. 155 do Código Penal.

Conforme o delegado Bernardo José, a ação foi realizada em conjunto com funcionários da empresa de energia elétrica (Energisa), os quais já vinham monitorando esse tipo de crime, no município. Após diligências realizadas no centro da cidade, os policiais civis e os técnicos da companhia elétrica identificaram uma ligação clandestina - "gato de energia" - na residência do autor.

Os policiais civis examinaram o local e perceberam que a energia consumida pelo imóvel não passava pelo medidor e por isso, o proprietário do imóvel não tinha gastos com a conta. Desse modo, D.S.L foi preso em flagrante e conduzido até a sede da Delegacia de Pedro Afonso, onde foi autuado em flagrante pelo crime de furto de energia elétrica.

No entanto, o homem recolheu aos cofres públicos, a quantia arbitrada como fiança pela autoridade policial e, com isso, obteve o direito de responder ao devido processo em liberdade conforme preceitua a legislação vigente.

O delegado Bernardo José faz um alerta à população em geral sobre os perigos das ligações clandestinas. Segundo ele, as ligações clandestinas representam um grande perigo a todos os cidadãos porque, além de colocar em risco a integridade física das pessoas diretamente envolvidas como essa prática, acaba sendo bancado pelos demais consumidores de energia elétrica, “pois todos acabam pagando a conta pelos furtos de energia elétrica”, ressaltou.

Além disso, o delegado também assevera que àqueles que praticam furto de energia elétrica cometem crime e estão sujeitos a penas de prisão se vierem a ser condenados pela justiça.