Publicidade
Publicidade

Palmas

Força-tarefa especializada é atendimento à mulher começa atuar

16/09/19 16:47:47 | Atualizado em: 16/09/19 16:47:47

A Secretaria de Estado da Segurança Pública do Tocantins (SSP), por intermédio da Delegacia-Geral e da Diretoria de Polícia Civil da Capital, realizou na manhã desta segunda-feira, 16, abertura oficial dos trabalhos que serão desenvolvidos pela força-tarefa, que atuará junto à 2ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (2ª DEAM) de Palmas.

A ação tem por objetivo reforçar o combate à violência contra as mulheres, grupo ainda tão vulnerável em nossa sociedade, cujo levantamento realizado pela equipe da referida unidade policial, identificou que atualmente existem mais de 1000 Boletins de Ocorrências a serem dados andamentos.

As equipes formadas para atuarem nesta força-tarefa serão compostas por quatro delegados de polícia, que se encontram como adjuntos em outras Delegacias da Capital, escrivães de polícia e agentes de polícia que, em sua maioria, já realizam suas atribuições no atendimento a este grupo de vulneráveis. Todos sob coordenação da Delegada Titular da 2ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

Dessa forma, a força-tarefa da Polícia Civil dará ainda mais celeridade às investigações de crime de violência e ameaça contra mulher da região sul de Palmas, tendo todo suporte necessário e imediato realizado pela diretoria de polícia da capital em prol das mulheres que têm seus direitos violados.

No total, aproximadamente 20 policiais civis atuarão em conjunto nesta força-tarefa, incluindo os que já exercem suas atividades na 2ª DEAM, para resolução do maior número de casos, seguindo um cronograma proposto, que pode ser prorrogado.