Publicidade
Publicidade

Assembleia

Governo reforça equipes cirúrgicas por meio de medida provisória

16/09/19 16:25:32 | Atualizado em: 16/09/19 16:25:32

Tramita na Assembleia Legislativa uma meedida provisória que inclui no “Opera Tocantins” a função de instrumentador cirúrgico. Atualmente na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), a matéria altera a lei que institui o Programa de Aprimoramento da Gestão Hospitalar (PAGH-Cirúrgico).

Em mensagem ao Legislativo, o Governo informa que os valores previstos por procedimento do profissional são de R$ 120, para alta complexidade; R$ 100, para média complexidade; e R$ 80, para baixa complexidade.

“Significa que, em números totais, para realizar 5.172 procedimentos cirúrgicos, o valor estimado em R$ 8.673.720,00, incluída a participação do instrumentador cirúrgico, passará a R$ 9.199.400,00, com repercussão financeira de aproximadamente R$ 525.680,00”, concluiu o Executivo.

Os recursos virão dos fundos nacional e estadual de Saúde.

Outras matérias

Também tramitam na Casa projetos dos deputados Fabion Gomes (PL) e Antônio Andrade (PTB). Eles propõem a implantação do Programa Agricultor Mirim, voltado a crianças e adolescentes, e a doação de área de terreno urbano para a Apae de Porto Nacional, respectivamente.