Publicidade

Tocantins

Sindicato estima que 30 unidades dos Correios no Estado estão paralisadas

11/09/19 09:45:15 | Atualizado em: 11/09/19 09:45:15

O Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrados do Estado do Tocantins (Sintect-TO) confirmou que os servidores dos Correios tocantinenses também estão em greve. Segundo a entidade, 30 unidades aderiram a greve. 

Em nota, a entidade informou que a paralisação é devido às "intransigências da direção do órgão que se nega a continuar com as negociações da ACT que findou no dia 31 de julho 2019 e que foi prorrogado até dia 31 de agosto, ou seja, estamos sem cobertura destas conquistas". 

A greve foi decretada a partir do dia 11, e segundo o Sindicato, a categoria está sem acordo coletivo e sem garantias. No Tocantins são 700 funcionários. "Por isso convocamos toda a categoria para que juntos possamos somar forças contra diminuição dos salários e retirada de benefícios. 

De acordo com o diretor jurídico da Federação Interestadual dos Trabalhadores dos Correios (Findect), José Aparecido Rufino, a não tem data para ser encerrada. “Nós não queríamos a greve, mas a empresa nos obrigou”, afirmou Rufino, informando que a empresa se negou a dar andamento as negociações.