Tocantins

Siqueira Campos assume vaga no Senado nesta terça-feira, 16

Às vésperas de completar 91 anos, ex-governador do Tocantins assume vaga de Eduardo Gomes que se licencia para assumir cargo no governo estadual

16/07/19 09:22:07 | Atualizado em: 16/07/19 09:22:07

O ex-governador do Tocantins, Siqueira Campos (DEM) assume nesta terça-feira, 16, a vaga de suplência do Senado. A solenidade está marcada para acontecer às 16h, em Brasília. o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), titular da vaga, anunciou em plenário, nesta segunda-feira, 15, que vai se licenciar do cargo para assumir o posto de secretário de governo do estado de Tocantins. 

"Teremos então, Sr. Presidente, a oportunidade de ver aqui neste Plenário o Siqueira Campos e, muito mais do que um cargo eletivo, ter o prazer de dizer ao Brasil inteiro que, pela primeira vez, e talvez única da história, nós teremos a possibilidade de ver um brasileiro, constituinte, que cria um estado, voltar ao Congresso Nacional, 30 anos depois, para contar a sua saga, dizer o que foi, o que precisa ser feito, mas principalmente, dizer que é preciso acreditar, acreditar na atividade política", disse.

Às vésperas de completar 91 anos, Siqueira chegou a ser internado durante o período eleitoral no ano passado e desistiu de concorrer a vaga principal. Este ano o ex-governador voltou ao hospital para tratar problemas de infecção. 

Gomes, que chegou a ser cotado para integrar o governo de Eduardo Bolsonaro, destacou a aprovação e a sanção, na semana passada, da proposta que criou a Universidade Federal do Norte do Tocantins.

Ele também citou a medida provisória que criou a autoridade da proteção de dados. Segundo ele, caberá agora ao governo a escolha dos diretores dessa entidade. Nesse mesmo sentido, o senador lembrou a aprovação, pelo Senado, em dois turnos, da proposta de sua autoria (PEC 17/2019) que inclui a proteção de dados pessoais entre os direitos fundamentais da Constituição.