FISCALIZAÇÃO

Radares da BR-513 são verificados pela Agência Estadual de Metrologia

11/07/19 14:37:11 | Atualizado em: 11/07/19 14:37:11

Visando verificar a exatidão das medições efetuadas pelos instrumentos medidores de velocidade (radares), a Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia do Estado do Tocantins (AEM-TO), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), realizou a Verificação Anual Periódica de sete radares fixos ao longo da BR-153, na região centro-norte do Tocantins.

A ação aconteceu no período de 8 a 10 de julho, com a verificação dos equipamentos medidores de velocidades, nas proximidades das cidades de Miranorte, Guaraí, Rio dos Bois, Santa Rita, Presidente Kennedy e Aliança do Tocantins. Durante o processo de verificação, o trânsito foi isolado e contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Atendendo ao Regulamento Técnico Metrológico, aprovado pela Portaria Inmetro nº 544/2014, é obrigatória a verificação de radares de velocidade uma vez por ano ou todas as vezes que o equipamento passar por algum tipo de reparo.

De acordo com o presidente da AEM, Rérison Antonio Castro Leite, a ação de verificação de radar é fundamental. “As barreiras eletrônicas são consideradas como itens de seguranças nas rodovias, alertando aos usuários sobre os limites de velocidade nas vias, anteriormente testados e comprovados”, destaca o presidente.

Processo de Verificação

Para fazer a vistoria dos radares, um veículo oficial da AEM passa pelo medidor de velocidade, em média cinco vezes, com um aparelho que é calibrado pelo Inmetro e que ao passar pela barreira eletrônica, compara a velocidade fornecida pelo radar com a do veículo. De acordo com os dados encontrados na vistoria, com base nessa equiparação, o radar pode ser aprovado ou reprovado.

Quando ocorre a reprovação dos medidores de velocidade, eles não podem ser utilizados até que a empresa responsável realize as adequações necessárias.

Os radares de trânsito são aparelhos que monitoraram o tráfego de veículos e identificam quando um deles circula acima do limite estabelecido para a via em questão. Para o funcionamento, devem ter seu modelo aprovado pelo Inmetro, atendendo à legislação metrológica em vigor e aos requisitos estabelecidos na resolução do Contran.

Verificação Anual Periódica

O objetivo da ação é atestar a leitura dos medidores de velocidade para veículos automotores em conformidade com a velocidade permitida nas rodovias, bem como verificar se a velocidade que os radares marcam dos veículos que estão passando por ele está correta e se estão de acordo com o verificado Inmetro.

Vale ressaltar que as velocidades permitidas são determinadas considerando a segurança do trânsito e dos motoristas, passageiros, pedestres e ciclistas.

No Tocantins, todos os radares fixos estão em pleno funcionamento. “Visamos sempre considerar a segurança da sociedade e as operações metrológicas asseguram que os radares estejam funcionando e cumpram sua missão de manter o motorista atento aos limites das vias”, informa Rérison.

Veja também outras notícias
Escola de Gestão Fazendária prepara estúdio para gravação de vídeo aulas
Polícia Militar inicia Operação Cidade Blindada
Cantão oferece praias de rara beleza e contemplação de fauna e flora
Governo do Tocantins investe em ações em prol do desenvolvimento sustentável
Câmara dos Deputados recebe mostra fotográfica com as potencialidades turísticas e culturais do Tocantins
Governo investe em melhorias de estradas na reserva indígena Karajá-Xambioá
Militares aptos à reserva são promovidos pelo governador em exercício Wanderlei Barbosa
Acesso à área de processos no site Simplifica Tocantins recebe alterações
Produtor de abacaxi é autuado por uso de agrotóxico proibido para a cultura
Governo do Estado comemora legado social deixado pelo circuito “Bota pra Correr”