Publicidade

PALMAS

CSC Albertino Santos passa a ter atendimento noturno a partir desta segunda, 17

16/06/19 11:05:47 | Atualizado em: 16/06/19 11:05:47

O Centro de Saúde da Comunidade Albertino Santos, na Arse 101, foi escolhido como piloto para a implantação do programa federal ‘Saúde na Hora’ que prevê o horário estendido nas unidades de saúde que tenham no mínimo três equipes de saúde da família. Na prática, o horário de funcionamento do CSC Albertino passa a ser das 7 às 21 horas, de segunda à sexta, já a partir desta segunda, 17.

A Capital foi um dos primeiros municípios do Brasil a fazer a adesão ao programa. “Antes mesmo da habilitação com a publicação da portaria, por parte do Ministério da Saúde, o município de Palmas está antecipando a implantação deste piloto”, informa o secretário de Saúde de Palmas, Daniel Borini.

Borini informa ainda que a gestão está visitando os Centros de Saúde da Comunidade para apresentar o programa e formalizar a adesão. “O CSC Albertino é nosso projeto piloto, outras unidades também terão seu horário estendido posteriormente. O objetivo do programa é ampliar o acesso à Estratégia Saúde da Família e Bucal, ampliar o número de usuários nas ações e nos serviços promovidos nas unidades, e com isso buscar reduzir o volume de atendimentos de usuários com condições de saúde de baixo risco nas Unidades de Pronto Atendimento e emergências hospitalares”, ressalta o secretário.

O Secretário de Saúde ainda explica que a experiência do projeto piloto acontece durante os meses de junho e julho, contemplando somente as quadras da área de abrangência do CSC Albertino, são elas: Arses 101, 111 e 121, as ACSU-SEs 100, 110 e 120, e as ASR-SEs 105 e 115.

“Os atendimentos serão ofertados exclusivamente à população da quadra de abrangência da unidade e é importante salientar que os casos de urgência e emergência permanecem com o mesmo fluxo, ou seja, para esses casos podem buscar atendimento nas Upas”, complementa.

Os serviços ofertados são: vacinação, pré-natal, puericultura, consultas de enfermagem, medicina e odontologia, serviços de rastreamento populacional. Haverá agendamentos para pacientes de cuidado continuado como hipertensos, diabéticos, hansênicos, pré-natal, entre outros. Mas também haverá vagas para pacientes com necessidades de saúde no dia, a chamada demanda espontânea.

O Programa



O Programa ‘Saúde na Hora’ tem como objetivo ampliar o acesso aos serviços de Atenção Primária à Saúde por meio do funcionamento das unidades de saúde em horário estendido, proporcionando maior acesso dos usuários a atendimentos. O programa também prevê:



- Maior acesso à Atenção Primária pelos usuários do SUS;

- Mais ações de saúde em horários mais flexíveis para população;

- Fortalecimento da gestão municipal na organização da Atenção Primária de acordo com as necessidades de cada território;

- Aumentar a resolutividade das Equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal;

- Mais recursos da União para fortalecer a Atenção Primária.