Publicidade
Publicidade

ESTADO

Palmenses exploram potenciais naturais da Capital

Praia da Graciosa é uma das praias mais visitadas

27/05/16 10:53 | Atualizado em: 28/05/16 09:46

Com ruas largas e em sua maior parte planas, Palmas mostra a cada dia um maior potencial para a prática de corridas de rua. Além disso, com várias praias e um pôr-do-sol de tirar o fôlego, a Capital conta com cada vez mais adeptos de esportes aquáticos, como o stand up Paddle. No mês em que se comemora seus 27 anos, a mais jovem capital brasileira está cada vez mais ligada ao esporte, seja na prática para o lazer, ou na realização de competições esportivas.



Janaína Silva Guedes é enfermeira e adepta do Stand Up Paddle (SUP). Frequentadora assídua da praia da Graciosa, o primeiro contato com a modalidade foi em um passeio à capital do estado de Alagoas. “Há quatro anos em Maceió, tive a primeira experiência. Não foi muito legal, era no mar, tinha as ondas, então ocorreram vários tombos. Depois comecei a praticar aqui. O que me chamou mais a atenção foi que você tem contato direto com a natureza, isso me atrai, traz paz de espírito e tranquilidade”, afirmou.



Além de praticar SUP com frequência, Janaína é jogadora de vôlei de um time amador da Capital. Apaixonada por esportes, recomenda a prática do SUP destacando os pontos positivos da cidade para a modalidade. “O potencial de Palmas é grande. Temos esse lago maravilhoso, esse visual, então é um ótimo local para a prática. Para quem ainda não conhece o stand up eu recomendo que venha fazer o mais rápido possível”, reforçou.



A praia da Graciosa recebe uma média de 100 praticantes da modalidade por final de semana, chegando a 200 na alta temporada em julho. Em Palmas, o esporte também é praticado em outras praias como a do Prata.



Palmas conta ainda com outro fator que contribui para a prática de esportes: as ruas largas e em sua maioria planas. Esse ponto foi determinante para que as corridas de rua ganhassem cada vez mais adeptos e fizessem do Circuito Virgílio Coelho um sucesso.



A major da Polícia Militar do Tocantins, Aires Silva, começou a sua experiência como corredora em 2015, na Corrida de Tiradentes. De lá pra cá, percorre as etapas do Circuito e vê a ação como transformadora da realidade da Capital. “No circuito tenho encontrado e conversado com pessoas de todo o Estado e até de outros Estados, acho que é uma excelente proposta na busca de vida saudável para os Palmenses. O Circuito mudou a rotina dos Palmenses”, declarou.



Para a atleta, as corridas mudam a rotina das pessoas e permitem a vivência de bons momentos e a construção de novas amizades. “Corrida para mim sempre foi algo muito prazeroso, e minha motivação, além do bem estar, passa pelas amizades que o circuito vem me permitindo construir, particularmente gosto muito daquela sensação que me envolve desde momentos antes da corrida até a hora que encerram as atividades, um clima contagiante! Fico encantada em ver as pessoas nas pistas com suas passadas felizes, parecem mágicas, acho que ali se está trabalhando para construção de um ser humano melhor”, pontuou.



Além do SUP e das corridas, Palmas é considerada pelos esportistas um excelente local para a prática de atividades como ciclismo, canoagem, natação, e outros.